dicas para alugar imóvel

No início do ano, especialmente em janeiro, aumenta a procura de pessoas interessadas em alugar.

O tempo para que um imóvel desocupado encontre um inquilino depende de diversas variáveis, sendo a principal delas encontrar o imóvel que case com todas as necessidades e desejos do novo morador.

A informação é da Lello, tradicional imobiliária e administradora paulistana, com filiais na capital paulista, ABC, interior e litoral.

E como o número de imóveis ofertados está maior do que em anos anteriores, é preciso que os proprietários adotem alguns cuidados visando fechar o negócio mais rapidamente.

A Lello elaborou oito dicas para que os proprietários consigam locar seus imóveis com mais rapidez.

Confira dicas para alugar mais rápido

Dica 1

Procure uma imobiliária, credenciada ao Creci, preferencialmente próxima do seu imóvel.

Pesquisas de mercado apontam que as pessoas, quando alugam imóveis, distanciam-se apenas cerca de três quilômetros de sua residência atual.

Portanto busque uma imobiliária que conheça a região.

Dica 2

Sua oferta deve estar com preço compatível com o padrão do imóvel e com as demais ofertas da região.

A imobiliária pode e deve ajudar a avaliar o imóvel.

Dica 3

Deixe seu imóvel bem apresentável. A Lei do Inquilinato obriga os proprietários a deixar casas e apartamentos em condições de habitabilidade.

Além disso, há muita oferta no mercado de imóveis, e os pretendentes estão cada vez mais exigentes.

Portanto é importante manter boa aparência para atrair candidatos a inquilinos.

“A primeira impressão é a que fica e, por isso, é importante manter o imóvel sempre limpo e apresentável”, diz Roseli Hernandes, diretora de Locação da Lello Imóveis.

Dica 4

O proprietário precisa se preocupar com a manutenção e conservação do bem.

“Pintura mal conservada, instalações elétricas ou hidráulicas com problemas, pisos soltos ou azulejos quebrados acarretam demora para conseguir inquilinos”, afirma Roseli Hernandes, diretora de Locação da Lello Imóveis.

Ela lembra que não se deve dar ao inquilino a sensação de que há reformas a serem feitas.

Dica 5

A manutenção deve ser contínua para evitar uma despesa grande de uma única vez, mas se o proprietário não preferir, às vezes é possível negociar com o inquilino, propondo um desconto equivalente às despesas com os consertos, para que ele providencie as obras necessárias.

Dica 6

Os meses de janeiro, fevereiro e março costumam ser os mais quentes para o mercado de locação.

O momento para ofertar o imóvel, portanto, é agora.

Dica 7

O início do ano é o período no qual estudantes, executivos e mesmo funcionários de empresas que são transferidos para outras cidades precisam providenciar um lugar novo para morar.

É um período marcado por novas realizações, onde pessoas estão em busca de boas mudanças em suas vidas.

Estas pessoas já estão dispostas a encontrar seu novo imóvel para locação.

Portanto, deixe tudo em ordem o quanto antes.

Dica 8

Sempre que receber uma proposta por parte de um potencial inquilino, esteja aberto a negociações, tanto em relação ao valor do aluguel solicitado quanto possíveis cláusulas que o pretendente solicitar no contrato, a exemplo de prazos menores para a entrega de chaves, por exemplo.

Seja flexível também em relação à modalidade de garantia a ser adotada. 

“Neste momento há muitos imóveis vagos para locação no mercado e, por isso, os candidatos a inquilinos andam bastante seletivos. O ideal, portanto, é manter o imóvel a ser alugado sempre em boas condições e ter flexibilidade na hora de negociar”, conclui a diretora da Lello.

Informações: http://www.lelloimoveis.com.br/

ENVIAR COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here